terça-feira, 30 de junho de 2009

SANTA CASA DE SOBRAL- COMISSÃO FAZ RELATÓRIO SOBRE PROBLEMAS

A Comissão de parlamentares composta de seis vereadores deste município, formada para visitar e tentar identificar os problemas existentes na Santa Casa de Misericórdia de Sobral, deverá apresentar, oficialmente, esta semana, o relatório sobre os principais problemas encontrados no hospital que é considerado referência na região norte.
De acordo com o vereador João Alberto Adeodato Júnior, um dos grandes problemas enfrentados pela Santa Casa diz respeito à gestão. “A Santa Casa tem problema de administração, por isso acredito que esse tenha sido o motivo para as mudanças que estão acontecendo”, adiantou Adeodato. Outros problemas apontados pela Comissão se referem à falta de médicos plantonistas no setor de pediatria, fragilidade no atendimento inicial (acolhimento) e leitos desativados por falta de colchões. “Existem setores destinados a cirurgias, que a Santa Casa não realiza mais, que estão desativados e que não foi feita a transferência para outros setores como o de emergência”, cita. “Não se admite um paciente que chega para ser atendido na Santa Casa ficar dez dias sentado numa cadeira, sendo medicado a espera de um leito”, criticou Adeodato, informando que já solicitou ao Ministério Público Federal apoio nas investigações que estão sendo feitas pela comissão parlamentar. Solicitação Em nota publicada, a direção da Santa Casa de Sobral diz que já solicitou providências junto ao Ministério Público Estadual (MPE), para que seja feita apuração da problemática dos atendimentos de urgência e emergência no hospital. “Precisamos ficar atentos para que a Santa Casa, que é patrimônio do povo sobralense, não sofra interferências, de qualquer viés, que possa prejudicar o seu desempenho. Por isso ingressamos com um pedido junto ao MPE para que possamos obter uma avaliação correta e justa da situação da Santa Casa”, disse padre Edmilson Eugênio, que é diretor geral da Santa Casa. A solicitação feita pela direção da Santa Casa pede ao MPE que acompanhe e registre as limitações existentes hoje com a situação de superlotação no atendimento prestado pelo hospital aos usuários do SUS. Para Adeodato, a decisão tomada pela direção da Santa Casa de Sobral demonstra uma falta de respeito com a comissão formada pelos vereadores. “O nosso relatório será enviado aos deputados estaduais, ao secretário de Saúde do Estado, João Ananias, e será levado também aos deputados federais para que busquem mais recursos para a Santa Casa”.
FIQUE POR DENTRO Comissão foi criada em Sobral este ano No dia 25 de maio deste ano uma Comissão Especial, formada por seis vereadores que compõem a Câmara de Vereadores do município de Sobral, é criada para acompanhar o atendimento de todos os setores da Santa Casa. O objetivo do grupo é para fazer um levantamento sobre a qualidade de atendimento e quais os setores onde há maior demanda e dificuldades. O alvo é a precariedade no serviço de atendimento de emergência e de outros setores para a população assistida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A Santa Casa atende uma micro e uma macrorregião que envolve mais de 50 municípios da zona norte do Estado do Ceará. O hospital estaria hoje atendendo acima de sua capacidade, disponibilizando serviços de saúde para cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter