terça-feira, 8 de maio de 2012

BANCADAS NO CONGRESSO: Deputados do CE discutem atuação

Aos líderes de bancadas do Ceará e do Nordeste, foram feitas cobranças para maior defesa dos interesses regionais

Presidente Roberto Cláudio, entre os deputados federais Bahlmann e Guimarães, no encontro de ontem com outros parlamentares na Assembleia
O deputado Roberto Cláudio (PSB), presidente da Assembleia Legislativa cearense reuniu ontem os deputados federais Antônio Bahlmann (PSB) e José Guimarães (PT), respectivamente coordenador da bancada cearense e do Nordeste, no Congresso Nacional, para discutir, com outros deputados estaduais, a atuação dessas bancadas na defesa dos interesse do Estado e do Nordeste, com vistas a cobranças ao Governo Federal para diminuir as desigualdades regionais ainda hoje existentes.
Os deputados Welington Landim (PSB) e Carlomano Marques (PMDB), participantes do encontro, fizeram críticas ao Governo Dilma Rousseff no que diz respeito à execução de obras de interesse do Estado do Ceará, como a transposição de águas do Rio São Francisco e a Ferrovia Transnordestina.
"Faço aqui uma crítica veemente ao Governo Federal: o Governo Dilma é muito parado. As obras estão muito lentas, e a presidente faz promessas que não se concretizam", reclamou Welington Landim, aludindo à visita de Dilma, em fevereiro passado, a canteiros de obras da transposição de águas do São Francisco em Mauriti, na Região do Cariri. Na ocasião, a presidente anunciou que as empresas envolvidas no projeto seriam cobradas a acelerar os trabalhos.
Parada
Landim queixou-se também do ministro Fernando Bezerra Coelho, da Integração Nacional, seu correligionário, que, segundo ele, tem feito ouvidos moucos aos apelos cearenses em favor das obras estruturantes. "A Transnordestina está parada no Ceará. Queremos o cronograma da obra. Nunca vi um ministro para prometer tanto e não fazer nada. Ele não tem praticidade, e isso tem sido uma queixa generalizada", enfatizou.
Carlomano Marques, por sua vez, condenou a letargia do Governo Federal na construção da Refinaria Premium II, a ser erguida pela Petrobras no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Conforme Carlomano, o Governo estadual já fez o que deveria fazer para que a obra possa ser iniciada, faltando somente uma liberação de laudo pela Fundação Nacional do Índio (Funai). "A Petrobras tem a obrigação de deslindar qualquer problema com a Funai", disse Carlomano.
Na reunião, os deputados também manifestaram preocupação com a edição da Medida Provisória 564, que cria o Plano Brasil Maior e tira do Banco do Nordeste (BNB) a exclusividade da operação do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE). E também registraram suas preocupações com a seca.
Ministros
O deputado José Guimarães comunicou aos deputados que nesta terça-feira haverá uma reunião da bancada nordestina com a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e a nova presidente da Funai, Marta Maria do Amaral Azevedo. A Funai é ligada ao Ministério da Justiça. De acordo com Guimarães, a liberação do laudo da Funai é a única pendência a atrasar o início da construção da Refinaria Premium II. "Eu já a considero uma questão resolvida", disse o coordenador.
Para a quarta-feira da próxima semana, segundo o petista, está programado um café da manhã da bancada cearense com o governador Cid Gomes (PSB), em Brasília, também para discutir e encaminhar os pleitos da região e em especial os do Estado do Ceará.
O deputado Roberto Cláudio ficou satisfeito com o encontro. "A comunicação direta entre as bancadas estadual e federal é essencial ao desenvolvimento cearense", afirmou o presidente do Legislativo, após o encerramento da conversa.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter