terça-feira, 14 de setembro de 2010

LULA E DILMA SUSPENDEM PROGRAMAÇÃO NO CEARÁ

Cid gomes responde a perguntas dos apresentadores da TV Verdes Mares, na entrevista que concedeu, ontem, para um dos telejornais da emissora, o CETV 1ª Edição

A alegação para a suspensão do comício é o fato de a candidata ter que priorizar Estados que precisam de mais ações
O governador Cid Gomes (PSB) confirmou, ontem pela manhã, que não haverá mais o comício em Fortaleza com o presidente Lula (PT) e a candidata a sucessão do petista, Dilma Rousseff (PT), inicialmente previsto para amanhã. Dilma priorizará a campanha em estados onde ela ainda precisa consolidar sua votação, nas regiões Sul e Sudeste do País, disse o governador.
Enquanto isso, o principal adversário de Dilma na corrida presidencial, José Serra (PSDB), confirmou agenda no Estado nesta quarta-feira, dia 15. Ele estará em Juazeiro do Norte, às 16 horas. Depois, às 20 horas, participará de evento de campanha em Crateús.
Hoje, Cid embarca para Brasília, onde grava com o presidente Lula, e com os candidatos ao Senado Federal de sua coligação "Por Um Ceará Melhor Para Todos", Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT), inserções para o programa eleitoral tanto dele como de Eunício e Pimentel. Ele volta a tempo de participar de plenária com setores da Juventude, em seu comitê, a partir das 19 horas, na Avenida Sebastião de Abreu.
Cid Gomes não teve agenda de campanha ontem. O único compromisso fora do gabinete foi a entrevista concedida à TV Verdes Mares, que está realizando nova rodada de questionamentos aos candidatos ao Governo do Estado que estão mais bem posicionados nas pesquisas de intenção de voto. O tema principal foi a segurança.
Ordem
Cada entrevista da TV Verdes Mares é de 10 minutos. Hoje, o entrevistado é o candidato Lúcio Alcântara (PR) e amanhã é Marcos Cals (PSDB). A ordem dos postulantes se deu por sorteio entre a produção da emissora, com as presenças das assessorias dos candidatos.
Cid Gomes foi informado da não vinda de Dilma Rousseff e do presidente Lula (ambos do PT) pelo ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que, no último domingo, cumpriu compromissos de campanha com aliados petistas no Ceará. "Ele me informou que a candidata tem que priorizar as regiões onde ela ainda não se consolidou por completo. Isso é correto. Já em relação ao presidente Lula ainda estamos na expectativa de que ele possa vir aqui antes da eleição", justificou. Hoje, Cid embarca para Brasília para gravar inserções para o programa eleitoral com Eunício e Pimentel (postulantes ao Senado de sua coligação) e o presidente Lula. "Como temos programas diferentes, a gravação envolvendo nós quatro juntos, serão distintas. Uma para o meu programa e outra para os nossos senadores", justificou.
EntrevistaSobre o aumento no índice da criminalidade no Ceará, apesar do acréscimo dos investimentos para a segurança pública, Cid Gomes reconhece esses dados, mas colocou que algumas ações estão sendo realizadas para combater as causas desse incremento. "Estamos criando uma divisão de homicídios, porque um dos fatores que é responsável por esse problema, é a impunidade. O outro fator é o narcotráfico, levado por brigas de gangues e traficantes. Então estamos criando uma divisão apenas com a finalidade de combater o narcotráfico", disse.
Cid explicou que, para aprimorar o programa Ronda do Quarteirão, será aperfeiçoado o treinamento dos policiais, com a criação da nova Academia de Polícia, que, segundo ele, "esse treinamento não será apenas para o ingresso, mas permanente com os policiais do Ronda, militares, civis e corpo de bombeiros, sempre que algum servidor apresentar alguma deficiência no seu treinamento", colocou.
Indagado sobre os constantes acidentes envolvendo as viaturas do Ronda, Gomes explicou que, com o aumento do número de viaturas na cidade, as colisões se tornaram mais frequentes, ressaltando o acréscimo de 38 para mais de 200 carros policiais no Estado.
Quanto à política de aquisição dos carros do Ronda de um mesmo fabricante, Cid Gomes citou a questão da durabilidade das viaturas, classificando como medida de economia. Cid disse que existe a possibilidade de padronização de frota, que, para ele, é uma medida legal, prevista na legislação que trata das normas de Administração Pública. "O fato de ser um fabricante, não quer dizer que só tenha um revendedor. Você tem muitos revendedores no Brasil inteiro, até porque essas concorrências são nacionais", esclareceu o governador.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PROJETO DO EXECUTIVO SOBRE VENDA DE PRECATÓRIOS CHEGA NO LEGISLATIVO E VEREADOR PEDE VISTA DA MATÉRIA

O prefeito de Meruoca, Fonteles-PT, esteve enviando para a Câmara Municipal e para a apreciação dos vereadores, Projeto de Lei sobre a venda de precatórios em regime de urgência urgentísima.
Ao ser lido em plenário, o vereador Ademar Marques-PSB, solicitou a presidente da Câmara, Valdelídia Barros-PCdoB, que não enviasse as Comissões da casa, porque ele estava pedindo vistas da matéria para poder consultar técnicos e a assessoria jurídica, para receber informações a cerca da venda de precatórios. Disse o edil, que este projeto não poderia ser votado de imediato, e que os edis deveria saber o que estava votado para no futuro o povo não ser prejudicado.
Após a solicitação do vereador Ademar Marques, a presidente Valdelídia Barros, concedeu o pedido de vista ao vereador, e a matéria agora passará pelas Comissões para receber parecer, e depois vai a plenário para votação.

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter