sábado, 29 de novembro de 2008

Alunos da rede municipal se tornam monitores

Os professores J. Edson, Reginaldo Silva Sousa e Antônio edvan,levaram a estes alunos os conhecimentos primordiais sobre informática, para que estes possam repassar aos demais alunos. Objetivando estender para toda a Rede Municipal de Ensino o curso de computação,a Prefeitura Municipal de Meruoca, através da Secretaria de Educação do município, preparou 12 alunos para se tornarem monitores. Os professores J. Edson,Reginaldo Silva Sousa e Antônio edvan,levaram a estes alunos os conhecimentos primordiais sobre informática, para que estes possam repassar aos demais alunos. Estes jovens monitores pertencem as escolas de Camilos, Floresta e São Francisco.

De Camilos se tornaram monitores os seguintes alunos:Jamiria Alves Silva, Francisco Flávio de Lima, Ivan Pereira de Abreu e Renê Carlos Fernandes Marques;Distrito de Floresta: José Flason da Silva, Eliardo Sales, Célio de Melo Silva e Maria Aline Oliveira Soares. Distrito de São Francisco: Jacilda Silva Costa, Maria Elaine Silva Nascimento, Antônio Anderson e Francisco Elionardo de Melo.

Em conversa com a imprensa, o prefeito João Coutinho, adiantou, que no mais curto espaço de tempo, estará montando duas teias digitais em parceria com o Banco do Brasil, que será montado na Casa da Juventude,onde os jovens terão a oportunidade de acessarem gratuitamente a internet, como também a população meruoquense.

Adiantou também, que estará instalando uma outra em um distrito de Meruoca, para poder levar aos munícipes do interior e as escolas o mundo da internet. E completou: "queremos o povo de Meruoca antenado no que acontece no mundo.Por isso é importante prepararmos os nossos jovens para o que existe de mais moderno na comunicação".

Alunos receberam certificados do curso de computação

Foi entregue os Certificados de conclusão do Curso de Computação, realizado no final de 2005. Com as presenças do prefeito João Coutinho, da 1ª. Dama - Carla Mara, Secretária de Educação, Marta Célia Ponte, Professores J. Edson, Reginaldo Silva, Antônio Edvan, imprensa e alunos, foi entregue na Casa da Juventude, os Certificados de conclusão do Curso de Computação, realizado no final de 2005.

Ao falar para os alunos, o professor J. Edson, falou da importância de se fazer um curso como este. Anunciou, que o fundamental do curso, foi os alunos terem recebido as orientações em suas próprias escolas, facilitando à vida de todos, sem que fosse preciso que os alunos se deslocassem para a sede do município, Meruoca.

Marta Célia Ponte, Secretária de Educação, comentou, que se sentia muito feliz em participar da equipe que compõe a administração de João Coutinho, por este priorizar em sua gestão, a educação e principalmente procurar dar oportunidade para os alunos do município.

Ao discursar, o prefeito falou do seu compromisso de sempre trazer para Meruoca bons cursos, qualificando os jovens para que em um futuro próximo eles possam usar o que aprenderam para ajudar a família.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

SÃO PAULO PERDE, MAS SEGUE LÍDER

Tricolor paulista, que caiu diante do Botafogo por 3 a 2, foi beneficiado pelo empate sem gols do Flamengo com o Goiás
Faltando apenas duas rodadas para o fim do Brasileiro, o São Paulo foi batido ontem, pelo Botafogo, por 3 a 2, e saiu do gramado do Engenhão sob risco de perder a liderança para o Flamengo. Mas o rival rubro-negro não fez sua parte. Só empatou em 0 a 0 com o Goiás, no Maracanã, e permitiu que os são-paulinos seguissem líderes do Nacional, com 62 pontos -o Flamengo tem 61. Ao longo deste Brasileiro, o São Paulo somou pontos preciosos com vitórias conquistadas nos últimos minutos de jogo. Foi assim contra Sport, Náutico e Cruzeiro. Ontem, porém, o feitiço se virou contra o feiticeiro. O Botafogo venceu com um gol aos 44min da etapa final. Para isso, o time carioca, que luta contra o rebaixamento, contou com uma tarde inspirada do atacante Jobson, autor de dois gols. Por outro lado, o São Paulo sentiu seu desfalques. Sem André Dias, Jean, Dagoberto, Borges e Hugo, o time do Morumbi iniciou o jogo perdido. Quando despertou, já perdia por 1 a 0. Logo aos 15min, depois que o time da casa já havia desperdiçado duas chances, Jobson driblou Renato Silva na entrada da área e chutou no ângulo esquerdo de Rogério: 1 a 0. Além do placar adverso e de suas dificuldades em campo, o São Paulo enfrentava o forte calor de 35 graus, que ocasionou até parada técnica. Mas o São Paulo conseguiu se acertar. E o atacante Washington empatou aos 50min do 1º tempo. No segundo tempo, o Tricolor virou, aos 11min, com Jorge Wagner. Mas a comemoração durou pouco. Renato empatou, aos 12. Se o 2 a 2 era um resultado ruim para os paulistas, tornou-se aceitável após a expulsão de Richarlyson, aos 25min. Mas o Botafogo decretou a vitória, aos 44min, com Jóbson. CONTRA O GOIÁS
Time pode ter sete desfalques Além de amargar a derrota para o Botafogo, após cinco jogos de invencibilidade, o São Paulo terá problemas para o duelo contra o Goiás, no próximo domingo. Novamente, o time estará desfalcado por conta de cartões. Desta vez, as baixas certas são Miranda, que tomou o terceiro cartão amarelo, e Richarlyson, expulso. O clube ainda espera que André Dias e Hugo, que cumpriram suspensão hoje, sejam denunciados pela Procuradoria do STJD nesta semana, por conta da troca de agressões no triunfo contra o Vitória. Como o tribunal vem apressando julgamentos devido ao fim do campeonato, a expectativa é que os dois possam ser julgados ainda nesta semana. Por fim, Borges, Dagoberto e Jean serão julgados em segunda instância pelo STJD na quinta-feira. Se mantida a condenação, nenhum dos três enfrenta o Goiás. Mas o clube espera que ao menos Jean seja liberado para o jogo em Goiânia.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

LINK DE NOTICIAS ATUALIZADAS

AQUI VOCÊ FICA ATUALIZADO COM OS ULTIMOS ACONTECIMENTOS ATRAVÉS DOS PRINCIPAIS SITES DE NOTICIAS DO PAÍS
  1. Jornal Diário do Nordeste
  2. Jornal o Globo
  3. Ultimo Segundo
  4. Folha Online

AGORA SIM: “CCJ LIBERA CASAS DE BINGO E CAÇA-NÍQUEIS”

A matéria terá ainda que passar pelo plenário da Câmara e pelo Senado antes de ir à sanção presidencial
A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara aprovou ontem projeto que libera o funcionamento dos bingos e máquinas de caça-níqueis no país. Por 40 votos a 7, os deputados acataram proposta do deputado Regis de Oliveira (PSC-SP) que acaba com a proibição ao funcionamento dos principais jogos de azar no país. Com a aprovação, a proposta vai para o plenário da Câmara e depois vai para o Senado. Os integrantes da CCJ debateram o tema por mais de três horas antes de concluírem pela liberação dos bingos. O deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ) não conseguiu aprovar seu parecer sobre o projeto que mantinha a proibição das atividades de casas de bingos e máquinas caça-níqueis em todo o país. Oliveira teve o apoio da maioria dos integrantes da CCJ ao argumentar que o fechamento de bingos, cassinos e casas de jogos de azar provocou prejuízos à sociedade e ao Estado brasileiro. O deputado afirma, em seu parecer, que os estabelecimentos foram obrigados a fechar, o que "gerou a demissão de um número enorme de empregados".
O relator cita, no texto, estudo realizado pela Força Sindical que apontou o fechamento de 320 mil postos de trabalho depois da proibição de funcionamento dos bingos. Oliveira afirma que, apesar da proibição, algumas casas de bingos continuam funcionamento clandestinamente sem arrecadar impostos ao país. "O jogo de bingo, como qualquer outra atividade econômica, é uma fonte de arrecadação de impostos. Calcula-se que, só com as taxas para regulamentar o setor, a arrecadação seria de aproximadamente R$ 230 milhões, valor destinado a um Fundo Social. Isso sem contar os impostos normais. De outra, parte da regulamentação desta atividade geraria inúmeros empregos", afirma o relator. Oliveira ainda argumenta, no texto, que a reabertura de cassinos vai ajudar a "fomentar" a indústria do turismo no país. Os deputados, porém, retiraram do texto a possibilidade de instalação de cassinos no Brasil. Estão liberadas, apenas, as casas de bingos - que também estão autorizadas a realizar videojogos, entre eles aqueles encontrados nas máquinas caça-níqueis. Na opinião do relator, a legalização dos jogos "diminuiria significativamente a corrupção, principalmente na esfera policial".
Repasses O projeto de Oliveira prevê o repasse de 17% das receitas das casas de bingos para a saúde, cultura, esportes e segurança pública - nos percentuais, respectivamente, de 14% e 1% para as demais áreas. O deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), que apresentou parecer intermediário entre os textos de Oliveira e Biscaia, disse não acreditar no repasse tão volumoso para as áreas sociais do país. "De acordo com o que está no projeto, vendendo-se a idéia de que haverá benefício social, o que irá para as políticas públicas será apenas 5,1% da receita de videobingos e videojogos. Fica fora dos 5,1% o bingo comum", afirmou o petista. Cardoso também criticou a permissão, prevista no projeto, de que uma mesma empresa explore até três casas de bingo. Ele argumenta que isso vai estimular a concentração econômica no setor e estimular irregularidades. Desde 2004, estão proibidos no país o funcionamento de bingos e máquinas caça-níqueis com o argumento de que a prática traz prejuízos para os jogadores - inclusive psicológicos. Oliveira sugere, em seu parecer, que os bingos sejam instalados numa distância mínima de 500 metros de escolas regulares, públicas ou privadas.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

VEREADORES APROVAM ABERTURA DE CRÉDITO ADICIONAL PARA

Os vereadores de Meruoca aprovaram no Plenário Osvaldo Soares, a solicitação do prefeito Antônio Fonteles, para abrir Crédito Adicional no Orçamento vigente, para a implantação do Projeto PMAT, que visa a modernização da administração municipal. O Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Básicos-PMAT, vai melhorar a qualidade dos serviços na obtenção de mais recursos, reduzindo custos na prestação de serviços nas áreas de administração geral, assistência à criança e jovens, saúde, educação e de geração de oportunidade de trabalho e renda. No Projeto do PMAT aprovado pelos edis, o prefeito Fonteles, está autorizado a abrir Crédito Adicional Especial, no valor de R$ 215.600,00, a ser firmada com o Banco do Brasil, tendo como origem os recursos do BNDES, que serão gastos da seguinte maneira: Equipamentos e Material Permanente- R$ 80.000,00 Serviços de Terceiros e Pessoa Jurídica-R$ 40.000,00 Material de consumo-R$ 60.000,00 Outros serviços- R$ 35.600,00

domingo, 14 de setembro de 2008

DULTRA DEFENDE ALIANÇA NO PT

Candidato a presidente nacional do PT faz campanha no Ceará, destacando a união da sua agremiação O ex-senador José Eduardo Dutra esteve, em Fortaleza, no último sábado, para participar de uma das plenárias do Partido dos Trabalhadores (PT) preparatória ao Processo de Eleições Diretas (PED), na Câmara Municipal, como candidato à presidência nacional do partido. Ao encerrar o encontro ele defendeu uma aliança dos partidos da base aliada ao Governo Federal para eleger a ministra Dilma Roussef à presidência da República. Para ele o Partido dos Trabalhadores que elegeu um retirante nordestino para presidente do Brasil também vai eleger a primeira mulher para presidir o País. Ele também defendeu uma candidatura do PT cearense ao Senado Federal em 2010 e uma candidatura própria ao Governo estadual em 2014. Para o Governo do Estado, em 2010, considera importante a manutenção da aliança que já existe. Como candidato à presidência nacional do PT disse que sempre pertenceu a mesma corrente, inicialmente denominada Articulação, mas se for eleito será presidente de todas as correntes existentes na legenda. UnidoPara ele o Partido dos Trabalhadores está mais unido do que nunca, pois isso é o que tem observado nas visitas feitas a diferentes Estados, desde o dia 15 de agosto quando deixou a presidência da Petrobras Distribuidora. Ele também criticou o Governo FHC e as privatizações e elogiou Lula pelo trabalho realizado no campo social e na consolidação da democracia. Na avaliação de José Eduardo Dutra as eleições de 2010 serão marcadas pela comparação entre os oito anos do Governo Fernando Henrique Cardoso e os oito anos do Governo Luiz Inácio Lula da Silva. Ele vê os adversários como em um processo de desespero porque passaram seis anos criticando o Bolsa Família e em um encontro que realizaram recentemente, em João Pessoa, disseram que vão ampliar esse programa.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

KHAMENEI PROMETE MANTER RESULTADO DE ELEIÇÃO IRANIANA

O líder supremo do Irã, Aiatolá Ali Khamenei, prometeu na quarta-feira que não recuará em resposta aos protestos contra as contestadas eleições presidenciais do país, que geraram as maiores manifestações de rua desde a revolução islâmica de 1979. (NOTA DO EDITOR: a Reuters e outros veículos de comunicação estrangeiros estão sujeitos a restrições determinadas pelo Irã na realização de reportagens, filmagens e fotos em Teerã) "Insisti e insistirei na implantação da lei na questão eleitoral... Nem o regime nem a nação se renderão à pressão a qualquer custo", disse Khamenei. Agora que a tropa de choque da polícia e milícias religiosas retomaram o controle sobre as ruas, a liderança conservadora do Irã tem adotado uma retórica mais dura contra os críticos tanto dentro quanto fora do país. O ministro do Exterior, Manouchehr Mottaki, disse que o Irã avalia se reduz suas relações com a Grã-Bretanha após uma troca de expulsões de diplomatas nessa semana. Ele também disse que "não há planos" para ir à Itália nessa semana participar da reunião que o G8 fará sobre o Afeganistão. As declarações, feitas um dia depois de o presidente norte-americano Barack Obama se dizer "ultrajado" pela repressão no Irã, dá mais evidências de elevação nas tensões com o Ocidente. Diplomatas ocidentais têm visto o evento do Grupo dos Oito, marcado para acontecer entre os dias 25 e 27 de junho, como uma rara oportunidade de discutir com potências regionais, como o Irã, metas comuns para o Afeganistão e o Paquistão. As inesperadas tensões no Irã atrapalharam os planos de Obama de promover um diálogo substantivo com a República Islâmica sobre o programa nuclear do país, que Teerã afirma ser pacífico, mas que, para o Ocidente, visa à fabricação de uma bomba. O Irã acusa os EUA e a Grã-Bretanha de fomentar as manifestações pós-eleitorais e tem mostrado manifestantes presos afirmando à TV estatal que foram incitados pela mídia ocidental. Forças de segurança têm imposto duras restrições em Teerã para evitar mais manifestações contra as eleições que, segundo reformistas, foram fraudadas para reeleger o atual presidente Mahmoud Ahmadinejad e evitar a vitória do ex-primeiro-ministro Mirhossein Mousavi, um moderado. A mulher de Mousavi, Zahra Rahnavard, pediu a libertação imediata das pessoas presas desde a eleição e criticou a presença de forças armadas nas ruas. "É meu dever continuar a realizar protestos legais para preservar os direitos iranianos", disse Rahnavard, que fez campanha ativa pelo marido antes do pleito.

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter