quarta-feira, 23 de julho de 2014

LG G3 chega apostando na simplicidade


Uma tela com quatro vezes mais resolução do que as telas tradicionais de alta definição (HD) é um dos principais trunfos do LG G3, mais novo smartphone da LG Eletronics, que chegou ontem ao mercado nacional. O aparelho foi apresentado à imprensa na noite da última terça-feira, em São Paulo.
 “Uma comparação para dar a dimensão da revolução da qualidade da imagem com a tecnologia Quad HD é a seguinte. Nos aparelhos comuns, com telas HD, a imagem é similar a que temos nos jornais impressos. Nos aparelhos com tela Full HD é como se fosse uma imagem impressa em uma revista. No caso da Quad HD é como se fosse em um livro de arte”, explicou o especialista em produto da área de celulares da LG Eletronics no Brasil, Marcel Inhauser, durante a apresentação.
Além da tela de 5.5 polegadas equipada com esta tecnologia, o smartphone conta com outros atrativos. Um deles é o Foco Automático a Laser, que propicia maior rapidez e qualidade nas fotografias. “O tempo que o laser demora para focar um objeto é de 0,276 segundos, mais rápido que um piscar de olhos”, reforçou Inhauser.
O aparelho também está dotado com o OIS+, um recurso que dá mais estabilidade ao smartphone “corrigindo” tremores na hora do registro fotográfico.
Outra novidade é a tecnologia Hand Gesture (gesto de mão, em tradução livre), pensada especificamente para facilitar as populares “selfies”. O recurso reconhece o abrir e fechar de mão em frente à câmera como um comando para disparar automaticamente uma fotografia depois de uma contagem regressiva de cerca de três segundos.
A empresa aposta alta na simplicidade do funcionamento do aparelho. “Ele tem um design simples, elegante e muito funcional”, explicou a a gerente geral de Marketing de celulares da LG Eletronics no Brasil, Bárbara Toscano.
A campanha de lançamento deste smartphone, aliás, é toda focada na união entre a tecnologia de qualidade e a simplicidade no uso.
O LG G3 está à venda nas cores preto, branco, dourado e roxo, e o preço sugerido ao consumidor é R$ 2.299,00.
 Números
2.299 reais é o preço de venda ao consumidor sugerido pela LG Eletronics
149 gramas é quanto pesa o LG G3, que mede 146,3 X 74,6 X 8,9mm

terça-feira, 22 de julho de 2014

Secretária de Saúde de Meruoca fala sobre a falta de medicamentos nos municípios

Secretária de Saúde de Meruoca-Sabrina Frota

Desde janeiro de 2014 as farmácias dos municípios não têm medicamentos básicos, de que os usuários precisam. Na última reunião da APRECE (Associação dos Prefeitos do Ceará) acontecida no início do mês de Julho, onde na oportunidade  secretários municipais de saúde participaram juntos com os prefeitos, a pauta principal foi à falta de medicamento nos municípios.  Naquela oportunidade representantes da secretaria de saúde do estado prometeram a regularização.
No dia 20 de julho, a Secretaria de Saúde do Estado publicou nota, avisando que até o dia 09 de agosto, tudo será regularizado.
Em conversa com a imprensa, a Secretária de Saúde de Meruoca, Sabrina Frota, disse que esse comunicado do Governo do Estado, tudo não passa de velha desculpa, sempre prometendo que estará regularizando a entrega dos medicamentos, e até agora nada. “Nos que estamos na ponta é que sentimos. Aqui no município estamos sem remédios básicos, inclusive  estivemos reunidos com vários secretários municipais, no qual muitos afirmaram que já mandaram buscar medicamentos depois da reunião da APRECE e voltaram sem os medicamentos da atenção secundária. Hoje uma solução encontrada é a parceria com outros municípios na relação da troca de medicamentos. Se não for assim, não dá para ficar esperando pela boa vontade da Secretaria do Estado, enquanto que os munícipes necessitam receber seus remédios. É bom lembrar, que estamos pagando os remédios em dia, e estes até agora não chegaram. É preciso que a população tome conhecimento destes fatos, e não culpem o gestor municipal, pela falta dos medicamentos. Estamos cumprindo a nossa parte, mas o governo não cumpre a sua. Concluiu Sabrina Frota.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Guarany de Sobral tropeça na estreia do campeonato

O Guarany de Sobral tropeçou na estreia da Série D, neste domingo, no Junco. O Bugre recebeu o Ríver/PI e foi derrotado por 2 a 1, largando na lanterna do Grupo A2 da competição.
Logo aos 30 minutos do primeiro tempo, Eduardo fez 1 a 0 para o time piauiense, placar que foi modificado somente aos 23 minutos da etapa final, quando Fabiano ampliou para a equipe visitante.
Com a desvantagem no placar, o time sobralense foi todo ao ataque e conseguiu diminuir com Rodrigo Dantas, aos 25 minutos. Apesar da pressão no fim, o Cacique não conseguiu empatar a partida e larga com derrota em casa na Série D.
Na próxima rodada, o Cacique do Vale folga, enquanto o Ríver recebe o Remo e o Moto Clube atua contra o Interporto. Ambas as partidas acontecem no domingo, 27. O representante cearense volta a campo somente no dia 3 de agosto, quando encara o Moto Clube, no Maranhão.

domingo, 20 de julho de 2014

Somente 3 cidades do Ceará não tiveram assassinatos nos Últimos quatro anos, segundo estudo

Município de Alcântaras é uma das três cidades que não teve assassinatos nos últimos 4 anos. 



Apenas 3,2% dos cearenses podem afirmar que vivem em um município em que não há assassinatos entre 2008 e 2012, de acordo com o Mapa da Violência 2014, estudo feito pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO), utilizando dados disponibilizados pelo Governo Federal.
Dos 8,6 milhões de habitantes que moram no Ceará, 26.109 vivem em três cidades que não tiveram, segundo o levantamento, homicídios. Os municípios são Alcântaras, Palhano e Potiretama. Os dados são de até 2012, último ano dos números disponibilizados pelo Ministério da Saúde.
Alcântaras possui uma população de 10.956 habitantes. Já em Palhano, há 8.972 habitantes e Potiretama tem 6.181 pessoas. O estudo revela ainda que há cidades que tiveram apenas um assassinato nos quatro anos. É o caso de Tarrafas, Graça, Martinópole, Baixio e Pacujá.
Não houve homicídio de jovens em 15 municípios cearenses
O Mapa da Violência também divulgou o dados em relação à população jovem. Além das três cidades acima citadas, que não tiveram nenhum assassinato, outros 12 municípios não tiveram homicídios de pessoas entre 15 e 29 anos. São elas Baixio, Chaval, Jijoca de Jericoacoara, Martinópole, Mucambo, Pacoti, Pacujá, Palhano, Pires Ferreira, , Potiretama, Reriutaba e Tarrafas. Tiveram um assassinato de jovem os municípios de Apuiarés, Arneiroz, Barroquinha, Croatá, Graça, Granjeiro, Paramoti, Potengi, Senador Sá e Umari.
Brasil tem 684 municípios sem assassinatos
A lista divulgada contempla também informações nacionais. Das 5,5 mil cidades do Brasil, somente 684 não possuem um cotidiano com homicídios.


sábado, 19 de julho de 2014

Candidato a governador Eunício Oliveira recebido em Camocim com festa e participa de grande caminhada

O candidato ao governo pelo PMDB, Eunício Oliveira visitou o município de Camocim no sábado (18), sendo recebido pelo ex-prefeito Chico Vaulino, vereadores e muitos populares. O candidato percorreu quase 4 quilômetros acompanhando por mais de 10 mil pessoas, que foram abraçá-lo no Aeroporto Pinto Martins. “Estou muito feliz de estar aqui hoje. Essa caminhada é a caminhada do povo do Ceará”, declarou Eunício.

Outras imagens da caminha de Eunício pela cidade de Camocim.



sábado, 12 de julho de 2014

Infecções por HIV caem no mundo, mas crescem no brasil, diz ONU

Novos casos de contaminação no país subiram 11% entre 2005 e 2013 Informações foram divulgadas nesta quarta-feira pela Unaids.

Dados divulgados nesta quarta-feira (16) pela Unaids, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, aponta que o índice de novos infectados pela doença no Brasil subiu 11% entre 2005 e 2013, tendência contrária aos números globais, que apresentaram queda.
Segundo a Unaids, no mesmo período, a quantidade de casos no mundo caiu 27,5%, de 2,9 milhões, em 2005, para 2,1 milhões, em 2013. Desde 2001, a queda foi de 38%. As informações estão em um novo relatório que analisa o impacto da Aids no planeta.
As mortes relacionadas com o vírus registraram queda de mais de um terço na última década. Em 2013, 1,5 milhão de pessoas morreram vítimas da doença, uma queda de 11,8% em comparação com 1,7 milhão de mortes em 2012, segundo os números da ONU. Além disso, o número representa uma queda de 35% na comparação com as 2,4 milhões de mortes registradas em 2004 e 2005.
"Terminar com a epidemia da Aids é possível', afirmou Michel Sidibe, diretor Unaids. "Restam cinco anos para estabelecer os objetivos, que foram cumpridos até agora. Os próximos cinco anos serão decisivos para os próximos 15", completou.
O relatório destaca que 35 milhões de pessoas viviam com o HIV em 2013, um número um pouco superior aos 34,6 milhões de 2012. "Dos 35 milhões de pessoas que vivem com o HIV no mundo, 19 milhões não sabem que são soropositivos", disse o diretor da Unaids.
Dados do Brasil
Segundo o relatório da ONU, o Brasil tem 730 mil pessoas com Aids vivendo no país, número que representa 2% do total mundial. Estima-se que 44 mil pessoas tenham contraído o HIV apenas no ano passado, montante que também representa 2% do total global.
Os dados das Nações Unidas afirmam que 16 mil pessoas com HIV morreram no ano passado e que 327.562 pessoas utilizam antirretrovirais atualmente.
Em relação à América Latina, 47% dos novos casos registrados no ano passado surgiram no Brasil, sendo o México o segundo país com mais contaminações novas.
De acordo com a ONU, os grupos particularmente vulneráveis a novas infecções são transsexuais, homens que fazem sexo com outros homens, profissionais do sexo e seus clientes, além de usuários de drogas injetáveis.
No fim do ano passado, o Ministério da Saúde havia divulgado que o país tinha cerca de 700 mil pessoas infectadas pelo vírus, sendo que 39 mil descobriram estar contaminadas em 2013. Além disso, o governo informou que 300 mil pessoas estavam em tratamento em 2013.
África, o continente mais afetado
A África continua sendo o continente mais afetado pela doença, com 1,1 milhão de mortos em 2013, 1,5 milhão de novas infecções e 24,7 milhões de africanos que vivem com o HIV.
África do Sul e Nigéria encabeçam a lista de países mais afetados e a Unaids recorda que na África subsaariana ainda é muito difícil o acesso às camisinhas: cada indivíduo sexualmente ativo tem acesso a apenas oito preservativos por ano em média.
A América Latina tinha 1,6 milhão de soropositivos em 2013 (60% deles homens) e o número de novos infectados permaneceu estagnado, com um recuo de apenas 3% entre 2005 e 2013. Na Ásia, os países que mais preocupam são Índia e Indonésia, onde as infecções aumentaram 48% desde 2005.
O relatório da Unaids destaca os avanços no acesso aos tratamentos antirretrovirais, com 12,9 milhões de pessoas atendidas em 2013, contra apenas 5,2 milhões em 2009. Mas o importante avanço é inferior à meta da ONU, que espera 15 milhões atendidas em 2015.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu recentemente mais esforços para tratar em particular os homens que têm relações sexuais com homens, as pessoas transgênero, detentos, profissionais do sexo e usuários de drogas.
"Para garantir que ninguém ficará para trás nós temos que diminuir a brecha entre as pessoas que podem ser atendidas e as que não, entre as que estão protegidas e as que são castigadas", disse o diretor da Unaids.
O dinheiro destinado ao combate contra a Aids subiu de US$ 3,8 bilhões em 2002 para US$ 19,1 bilhões em 2013, mas está longe do objetivo da ONU de arrecadar entre 22 e 24 bilhões de dólares em 2015.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Guarany de Sobral joga domingo dia 20/07 no Junco na estreia do Campeonato Brasileiro Série "D"

O Site Oficial do Guarany de Sobral, divulgou o seu elenco para este segundo semestre de 2014.
No domingo, dia 20 de julho o Guarany enfrenta em Sobral o River-PI no Estádio do Junco pelo Campeonato Brasileiro Série D - 2014.
  O jogador Alcantarense Tininho, destaque no primeiro semestre quando estreou no Campeonato Cearense, continua do elenco principal

quinta-feira, 10 de julho de 2014

prefeito Aristides presta contas de seu mandato com os munícipes

O Prefeito de Meruoca, Manuel Costa Gomes (Aristides)-PT, em entrevista a imprensa, prestou contas de sua gestão, mostrando o que vem realizando em prol da coletividade.

Confira os principais assuntos abordados.
Obras: “Tínhamos um prazo curto devido o período eleitoral, então foi preciso correr para agilizar. Conseguimos aprovar o calçamento do distrito de São Francisco à Santo Inácio (Obra em andamento); Calçamento Sítio Monte/Fernandes (Andamento) e Monte/Frecheiras; Unidade Básica Saúde (sede); Reformas da Unidades Básicas de Saúde de São Francisco (Início mês de julho); Floresta (últimos acabamentos) e reforma da Unidade de Saúde de Camilos (Concluído); Sala de Estabilização do Hospital (Andamento); Quadra da Palestina (Andamento.) Com recursos na conta para começar a Creche, e a Quadra da escola Murilo Pio (Palmeiras)”.
Promessas de Cid Gomes: O governador cumpriu sua palavra, ao liberar o calçamento São Francisco/Santo Inácio. A  luta agora será a construção da adutora de Meruoca/ Anil que irá custar R$ 1 milhão 572 mil reais. Temos um recurso federal de R$ 1 milhão, e o resto vamos correr atrás. Estamos trabalhando o projeto que leva água do Açude Jenipapo as localidades de Palestina, São João, Floresta, e Camilos”.
 Estiagem:  Muito preocupante a situação, porque temos 80% do município que precisa ser abastecido por carro pipa. Temos uma diferença no nosso município,  com relação a relevo, diferente dos nossos municípios vizinhos. No ano passado estivemos oito vezes na Defesa Civil e não conseguimos resolver o problema d’água. Então o município terá que bancar essa distribuição de água para a população, com recursos próprios”.
Falta de medicamentos:  “Estivemos reunidos na Aprece  com vários prefeitos e secretários de saúde. A principal pauta da reunião foi a falta de medicamentos. Licitamos junto ao Governo do Estado, e com a União uma série de medicamentos, e estamos pagando em dia, e  não estão chegando esses medicamentos no município. E quando chegam, o prazo de validade está acabando. Os mais procurados que são para diabéticos e para pressão alta, não estão chegando nos postos. O secretário executivo da secretaria de saúde esteve na reunião e prometeu normalizar tudo”. 
 Concurso Público:  “por toda essa semana estaremos homologando o Concurso Público, e em seguida será divulgado na imprensa oficial. Iremos conversar com nossa Assessoria Jurídica, se poderemos chamar os aprovados, até porque estamos em período eleitoral”. Concluiu o Prefeito Aristides.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Colombiano que tirou Neymar da Copa não receberá punição


O jogador colombiano Zuniga, que causou a contusão que tirou Neymar da Copa do Mundo de 2014, não será punido pela Fifa. A decisão do Comitê Disciplinar da entidade sobre a entrada de Zuniga em Neymar foi divulgada nesta tarde.
A Fifa informou que o fato de o árbitro não ter advertido o colombiano ou feito qualquer menção do caso impossibilita a intervenção da entidade. Portanto, o artigo 77 do Código Disciplinar da Fifa em que o colombiano poderia ser enquadrado perde efeito diante da ausência de punição do juiz espanhol.
Zuniga deu uma joelhada nas costas de Neymar nos minutos finais de Brasil x Colômbia, pelas quartas de final da Copa. O ato acabou quebrando uma das vértebras do brasileiro, que não poderá mais jogar neste Mundial.
Pouco após a partida, Zuñiga disse ter ficado chateado por ter tirado Neymar do Mundial, frisando que não teve o intuito de lesionar o atacante brasileiro.
Em vídeo, Neymar chorou ao comentar seu afastamento da seleção após ordem médica. O atacante afirma que o "o sonho de ser campeão não acabou".
"É um momento muito difícil faltam palavras para descrever isso que está no meu coração. Só quero dizer que vou voltar o mais rápido possível. Quero agradecer a todos pelo carinho, pelas mensagens. Quero dizer que meu sonho não acabou. Eu vou fazer de tudo para que eu possa voltar logo. E eu vou torcer pelos meus companheiros e sei que eles vão fazer o melhor. Dessa vez não vai dar, vamos ser hexacampeões, vamos ser campões juntos. Nos, brasileiros vamos ser campeões juntos", falou o jogador.
Neymar não precisará passar por cirurgia, mas precisará esperar entre seis e oito semanas para voltar a jogar. Durante a recuperação, o atleta usará uma cinta lombar segundo informa o departamento médico da CBF.
"Esse tipo de fratura leva de três a seis semanas para que haja a consolidação. No momento em que a dor for desaparecendo, e vai ser feito uma tomografia, você vai liberando o atleta", falou José Luiz Runco, médico da seleção.

terça-feira, 1 de julho de 2014

Fetance e Sindtram - Meruoca, reagem as declarações feitas á Organização Sindical

Segundo o presidente do Sindtram, Luciano Passos, a perseguição teve início há pelo menos um ano e ganhou caráter mais ostensivo diante das últimas atividades do sindicato, que cobra em 32 processos, que correm na justiça. Veja a matéria na íntegra publicano no site da FETAMCE.
"Prefeitura de Meruoca assedia representantes do Sindicato de Servidores da cidade

O Sindtram – Sindicato dos Trabalhadores Públicos de Meruoca denuncia mais um dos ataques feito pela Prefeitura da Meruoca à organização sindical dos trabalhadores da cidade. Utilizando blogs e rádios comunitárias comandadas pelo executivo municipal, o chefe de gabinete da cidade, Cesário Apoliano, repercutiu nota descredibilizando a existência do sindicato e classifica como “futrica” as ações implementadas pelo Sindtram em busca dos direitos dos trabalhadores do serviço público.
O relato dos ataques sofridos pela organização sindical foram feitos durante a Caravana dos Servidores Municipais do Ceará, que levou as presidentes da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM-CUT), Enedina Soares e Vilani Oliveira, aos sindicatos municipais de Coreaú, Moraújo, Ubajara, Meruoca e Tianguá nos dias 26 e 27 de junho.
Segundo o presidente do Sindtram, Luciano Passos, a perseguição teve início há pelo menos um ano e ganhou caráter mais ostensivo diante das últimas atividades do sindicato, que cobra em 32 processos, que correm na justiça, a devolução de direitos dos trabalhadores, entre eles mandatos de segurança; cobrança de pagamento de salário mínimo, tendo em vista que ainda existem servidores que recebem menos que isso, violando os direitos básicos; retroativo salarial; correção salarial; licença prêmio; assédio moral; suspensão do desconto mensal dos servidores e apropriação pelo município da contribuição sindical anual.
Utilizando-se de palavras de baixo calão, que podem ser conferidas, o chefe de gabinete de Meruoca afirma que o Sindicato não teria representatividade por não possuir Carta Sindical, conferida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)."

LEIA NA INTEGRA A NOTICIA AQUI

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter