quarta-feira, 13 de julho de 2011

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES: PAULO PASSOS ASSUME E PROMETE FAZER AJUSTES

Passos afirma que fará mudanças na equipe do ministério e que as contratações não serão necessariamente do PR
Passos assume o comando depois da demissão de Alfredo Nascimento
O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, recém-oficializado no cargo, afirmou ontem que vai fazer ajustes para trabalhar dentro das "melhores regras de administração pública". Entre as mudanças, Passos afirmou que haverá troca de pessoas no setor, modificações de procedimentos e a redução de aditivos nos contratos, por meio da adoção do modelo de empreitada global nas obras de transporte.
"Quando há um preço global é diferente, eu defino o objeto que quero, dou todas as execuções e vou pagar por aquele objeto com um valor fechado", disse. Hoje o pagamento das construções é realizado de acordo com o preço unitário de diversos itens, medidos periodicamente no andamento das obras.
"Para uma obra que contratei para fazer 100 quilômetros de estrada, por exemplo, vou gastar R$ 100 milhões. Contratada por um valor global, não entrarei no detalhe e não pagarei a cada medição, cada item. Com isso, você tem o valor definido e praticamente anula a história de aditivos. Certamente sairá pelo mais justo", explicou. Passos afirmou que já discute licitar obras mais "objetivamente", a partir de projetos executivos, e não tendo como base projetos básicos, como acontece atualmente. Os projetos executivos têm mais detalhes sobre a obra, o que evitaria eventuais reavaliações de preços.
Prestigiando o PRO ministro disse que não se sente "escanteado" pelo partido e que trabalhará "prestigiando" o PR - partido ao qual é filiado desde 2006 - e sendo "prestigiado". No entanto, novas contratações não serão necessariamente do partido, disse. "Queremos pessoas certas nos lugares certos, com competência, experiência e honorabilidade", afirmou.
Questionado sobre a atuação do deputado Waldemar da Costa Neto (PR-SP) no setor, afirmou que é preciso não confundir gestão administrativa de uma pasta com a relação política, e que não mistura as coisas.
Sobre Luiz Antônio Pagot, Passos afirmou que o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) "tem se revelado profissional responsável, dedicado". No entanto, Passo não deu indicação sobre a continuidade de Pagot no Dnit.
DECISÃO DE DILMAEscolha de ministro irrita bancada do PR na CâmaraA nomeação de Paulo Sérgio Passos para o Ministério dos Transportes deixou a bancada do PR na Câmara dos Deputados insatisfeita. O que mais irritou o partido não foi nem a escolha do nome de Passos, mas sim a condução do processo.
Lideranças alegam que foram avisados da decisão da presidente Dilma Rousseff pela imprensa, apesar de a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) ter dito, na semana passada, que o cargo seria indicado pelo PR. "Ele é um bom técnico, mas é uma escolha exclusiva da presidente", afirmou Luciano Castro (PR-RR).
O deputado se reuniu na manhã de ontem com o líder Lincoln Portela (MG) e com alguns outros deputados. E a avaliação é a de que o Palácio do Planalto deveria ter feito pelo menos um gesto público mostrando que está preocupado com a legenda. Os deputados avaliam que deveriam ter sido ouvidos antes sobre a definição de Passos.
"O tempo todo deixei bem claro que a escolha é da presidente da República. De fato eu preferia um deputado , afinal de contas sou líder dos deputados, depois um senador e depois o Passos. Mas não tenho problema com essa escolha. Apenas acho que pelo fato de o partido ter sido informado de que poderia fazer a indicação , achamos que pelo menos tínhamos que ter sido informados e isso não aconteceu", disse o líder do PR na Câmara.
A efetivação do baiano Paulo Sérgio Passos em substituição a Alfredo Nascimento foi anunciada na segunda-feira pela presidente Dilma Rousseff. Seu nome foi escolhido após o senador Blairo Maggi (MT) ter recusado o convite do Palácio do Planalto para a vaga.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter