quarta-feira, 21 de maio de 2014

Os melhores e os piores municípios no índice Spaece-Alfa

Índice Spaece-Alfa mede qualidade da educação em 184 cidades do Ceará. Fortaleza teve índice 136,3; Meruoca teve a melhor avaliação: 267,8 pontos.
Fortaleza teve o mais baixo desempenho na educação entre os 184 municípios do Ceará segundo o índice Spaece-Alfa, divulgado nesta terça-feira (20). A cidade de Meruoca, no interior do Ceará, obteve o maior índice, com 267,8 pontos, enquanto Fortaleza somou 136,3 pontos no índice.
Em relação ao 2º ano, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2013 demonstra que 81,6% dos estudantes do Ceará são alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de 39,8%. Segundo o Governo do Estado, com esse resultado é possível verificar que as crianças estão mais preparadas para os anos seguintes da educação básica.
Em 2013, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos das redes municipais no nível adequado subiu para 31,1%, enquanto, em 2008, o nível era de 6,8%. Em Matemática, era de 3,5% e passou para 20,5%.
saiba mais
As informações estão relacionadas aos resultados das avaliações da alfabetização ao término do 2º ano, e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, ao término do 5º ano, realizadas em 2013, pelo Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE). De acordo com o levantamento, 99.569 alunos do 2º ano e 122.526 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.550 escolas públicas participaram da avaliação externa da Secretaria da Educação (Seduc), que identifica e analisa o nível de desempenho dos estudantes.
Spaece-Alfa
O Spaece-Alfa foi implantado em 2007, com a implantação do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic), que tem objetivo de garantir alfabetização das crianças matriculadas na rede pública de ensino até os sete anos de idade. O Paic está implantado nos 184 municípios cearenses com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de literatura, segundo a secretaria estadual de educação.
Também de acordo com a secretaria, o Programa está focado em cinco eixos: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, literatura infantil e formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa. A Seduc informa que no ano passado, expandiu as ações para melhorar os resultados de aprendizagem dos alunos da rede pública até o 5º ano de escolaridade, com o Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC+5).

Índice de educação no Ceará
Piores índices 

Fortaleza 136,3  
Icó 136,6 
Morada Nova 138,9 
Quixadá 141,3  
Itapipoca 142,9  
Camocim 143  
Santa Quitéria 145  
Índice de educação no Ceará
 Melhores índices
 Meruoca 267,8
 Mucambo 263,4
 Nova Olinda 258,9
 Abaiara 257,3
 Porteiras  254,1
 Cariré  251,7
Varjota 249,1

Um comentário:

Prof. QUARESMA disse...

Olá!

Visitei seu BLOG e percebi que o conteúdo se encaixa em minha missão: Educação, Informação e Justiça para todos!

Por isso, acrescentei-o em minha “lista de favoritos”.

Conheça-nos (www.blogdoprofessorquaresma.com) e, se possível, retribua-nos a gentileza.

Desde já, grato!

Prof. Wagner QUARESMA

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter