terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Novos investimentos devem aportar R$ 13 bi no Estado

O número de empresas que estão aguardando a aprovação de protocolos de intenção neste ano é de 20
Um total de 20 empresas estão em negociação com o Governo do Estado para poderem se instalar no Ceará ao longo de 2012, somando um investimento total da ordem de R$ 13 bilhões, quando estiverem completamente construídas. Os empreendimentos ainda não estão confirmados, mas seus projetos serão submetidos ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Industrial (Cedin), em sua próxima reunião, para aprovação.
De acordo com a Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), o Cedin poderá, ou não, aprovar o Protocolo de Intenção dos empreendedores. Caso aprovado, o documento garante às empresas os incentivos fiscais determinados no Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI), que, entre suas regras, garante maior desoneração de impostos a indústrias que se localizarem mais distante da Região Metropolitana de Fortaleza. Os nomes das empresas interessadas no Estado não pode, segundo a Adece, ser revelado ainda pelo fato de elas pertencerem a companhias de capital aberto ou por questões estratégicas.
Setores
As áreas de atuação dos investidores são bastante variadas, envolvendo eólicas, termelétrica, embalagens, material de construção, confecções, calçados, bens de consumo e alimentos, mineração, veículos, centrais de distribuição, plásticos, fibras, químicas, saúde, saneamento e tecnologia da informação.
Neste último segmento, inclusive, já chegou a ser divulgado pelo presidente da Adece, Roberto Smith, o interesse de um grupo estrangeiro na instalação de um centro de processamento de dados na região da Praia do Futuro. O empreendimento estaria orçado em R$ 1 bilhão, e integraria a comunicação da América, África e Europa partindo daqui.
Empregos
No ano passado, o Ceará recebeu um volume de investimentos da iniciativa privada de R$ 102,4 milhões, contando aqui somente os valores relativos às empresas que já se instalaram no Estado em 2011.
Estes novos empreendimentos geraram 9.629 postos de trabalho. Já para este ano, prevê-se a criação, inicialmente, de 2 mil novos postos somente nas empresas que deverão iniciar a produção ainda este ano.
Apesar de o FDI garantir maiores incentivos fiscais para empresas que se instalarem em regiões mais distante da Capital, a maior parte dos investidores que se instalaram, que estão em processo de instalação ou que ainda vão se implantar pleiteiam localizações na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF): Fortaleza, Itaitinga, Maracanaú, Pacatuba, Pacajus, Horizonte, Aquiraz, e Eusébio. Além destes, os municípios de Sobral, Iguatu, Itapajé e Jaguaribe também estão sendo visados. Os protocolos de intenção de empreendimentos, quando aprovados, têm prazo de vigência de até dois anos, segundo informou a Adece.
Empregos
2 mil é o número de vagas previstas, inicialmente, somente nas empresas que deverão iniciar a produção ainda neste ano
Montadora firma parceria amanhã
Com um investimento estimado em mais de R$ 200 milhões, a montadora de veículos TAC Motors firmará, amanhã (15) parceria com Governo do Estado para instalação de um parque fabril no Ceará. A nova unidade da empresa catarinense será montada no município de Sobral e prevê a geração de 500 empregos diretos e 700 indiretos.
A fábrica será construída com uma expectativa de aumento gradativo na produção, até chegar à meta de três mil carros ao ano. No evento, a empresa apresentará o primeiro lançamento da TAC para 2012, a versão final do seu modelo de veículo especial de inteligência, vigilância e reconhecimento, denominado Stark IRV, que será produzido no Estado.
O jipe possui, segundo a empresa, alta tecnologia embarcada, tendo sido desenvolvido em parceria com a empresa israelense IAI Elta, líder mundial no desenvolvimento e produção de sistemas de defesa.
"O veículo foi projetado como uma ferramenta de inteligência para apoiar a ação tática forças policiais e militares em atividades contra o narcotráfico, contrabando de armas, monitoramento de fronteiras, segurança de massas e outras necessidades de segurança interna", informou a assessoria de imprensa da TAC.
"Em 2012, com o parque fabril no Ceará, a plataforma do Stark ainda será explorada para o lançamento de vários outros modelos visando nichos de consumidores que necessitam ou valorizam as características fora-de-estrada do veículo", adiantou a empresa.
Local escolhido
Em abril do ano passado, o Diário do Nordeste havia adiantado o interesse da empresa em instalar-se no Ceará. Na época, a diretoria estava à procura do melhor sítio para localizar a planta. A escolha por Sobral, segundo a empresa, "ocorreu por conta da proximidade com os maiores consumidores, que são as regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste".
"A cidade está perto da Capital cearense e é um dos maiores IDH do nordeste. Além disso, passou por um forte processo de investimentos em infraestrutura e educação e é apontada como uma das cidades que mais crescem no Ceará", aponta.
A TAC Motors volta sua produção a veículos especiais para nichos do mercado automotivo, como o off-road.
A montadora nasceu em 2001 a partir da criação de um veículo-conceito apresentado no Programa Automotivo Catarinense, criado pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).
O primeiro protótipo foi apresentado ai público em 2004 e, para desenvolver um veículo comercial através deste protótipo, um grupo de empreendedores se uniu pra criar a empresa. (SS)

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter