sábado, 5 de maio de 2012

Eunício reforça acordo com o PSB da Capital

O presidente estadual do PMDB disse não ter compromisso com o PT municipal para tratar do pleito em Fortaleza

Eunício Oliveira fez essas declarações, ontem, durante participação
no encontro da Associação dos Jovens Empresários
O senador não descarta uma aliança com os petistas, contanto que a sigla não tente impor o nome do candidato a prefeito na Capital
Mantendo o discurso de que o PMDB tem característica aliancista, o senador Eunício Oliveira, presidente estadual do partido, disse que tratará da sucessão em Fortaleza juntamente com o PSB, legenda presidida pelo governador Cid Gomes. O senador afirmou ainda que não deve votos ao PT e que não aceitará imposição de candidatura sem discussão prévia. As declarações foram feitas, ontem, durante encontro da Associação dos Jovens Empresários (AJE).
Eunício garantiu que o PMDB participará de coligação, mesmo que não encabece a chapa. O dirigente defende um projeto administrativo para a cidade, diferente da administração de Luizianne Lins (PT). Ele questionou os investimentos realizados no Município nos últimos oito anos. "Qual o projeto de mobilidade urbana que temos em Fortaleza? E na questão do preparo de infraestrutura para receber os turistas, o que temos? O que temos na educação?".
O senador manifestou descontentamento com o PT e disse não ter compromisso de votos com o partido. "O PMDB não tem nenhum compromisso com o PT, pois eu não recebi votos da Luizianne, do (Waldemir) Catanho, que é meu suplente, de ninguém. Nada está descartado, mas não tenho compromissos de votos com o PT, nem de manutenção da aliança", afirmou. Os petistas deverão escolher seu candidato no dia 20 de maio.
Eunício disse ter conversado com Cid, Luizianne e Inácio Arruda (PCdoB) sobre a sucessão. "Nós poderemos ter aliança com qualquer um desses partidos, até com o PT. Como também poderemos não estar coligados com o PT", declarou o senador, ao lembrar o acordo de reciprocidade entre PSB e PMDB, compromisso que não incluiria o PT.
Desejo
Apesar de garantir que seu partido, até agora, não pretende lançar candidatura própria, Eunício diz ter o desejo de que o PMDB volte a governar Fortaleza. Alguns correligionários chegaram a defender candidatura já neste ano. "Vejo com naturalidade as críticas que recebo dentro do PMDB. Cada um fala o que quer, mas a decisão quem vai dizer é a maioria do diretório", afirmou o dirigente.
Eunício informou que a pretensão de seu partido é eleger o maior número possível de prefeitos nos 184 municípios do Estado. Alguns encontros estão sendo realizados neste final de semana, com a presença do dirigente, para lançar pré-campanhas no Interior.
A expectativa é de que o PMDB apresente candidato em 110 municípios. "Graças a capilaridade que temos, o PMDB se fortalece a cada eleição. Temos mais de 110 pré-candidatos a prefeito no Estado do Ceará. Podemos ampliar e até termos um candidato em Fortaleza, isso depende do jogo político", frisou Eunício.
Ele salientou que o partido não abrirá mão de candidaturas majoritárias em Santa Quitéria, Jucás, Crato, Nova Russas, Itapipoca, Guaraciaba do Norte, Caucaia, Juazeiro do Norte, Mombaça e em Coreaú.
Apoio
Já em Sobral, a sigla deverá apoiar a reeleição de Clodoveu Arruda (PT), apoiado pelo governador Cid Gomes. O senador defende ainda que seu partido é ´aliancista´ e não tem dificuldades de fazer diálogo e alianças nos mais diversos municípios, com qualquer partido que seja. Já para aquelas localidades em que pretende ter candidatura própria, Eunício Oliveira frisa estar indicando nomes de pessoas jovens, com novas ideias para a gestão Municipal.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter