terça-feira, 24 de maio de 2011

TRAGÉDIA NA ESTRADA: DESASTRE MATA 6 EM CAUCAIA

Uma Kombi que transportava operários da construção civil foi de encontro ao caminhão, causando a colisão
O forte impacto da colisão frontal destruiu co0mpletamente a parte frontal da combi. Omotorista foi o primeiro a morrer. Outros oculpantes do utilitário foram lançados na posta da CE 090                                  Seis homens morreram e outros cinco ficaram feridos na colisão entre uma Kombi e um caminhão, ontem pela manhã, no quilômetro 12 da CE-090, localidade de Tabuba, entre as praias do Icaraí e Cumbuco, no Município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). O acidente aconteceu por volta de 8 horas.

A Kombi branca de placa AMF-4467 - inscrição de Maracanaú - transportava 12 trabalhadores, da Construtora Cameron, de Fortaleza para uma obra no Cumbuco. Segundo testemunhas, numa ultrapassagem forçada, a Kombi bateu de frente com o caminhão de modelo 15-170, placa LSP-1350 - inscrição de Caucaia, que era ocupado por três pessoas.

A violência do impacto lançou os trabalhadores para fora da Kombi, que teve sua parte dianteira totalmente destruída. Pedaços do utilitário também foram arremessados para longe. O motorista da Kombi, Antônio Ferreira da Silva, 49, morreu na hora. Também faleceram no local do acidente os trabalhadores Antônio Francimar Gomes, 33; Antônio Francisco Dias da Silva, 36; Ângelo Negrão de Lemos Neto, 34 e Francisco Cristiano da Silva, 21.

Outros três ocupantes da Kombi sofreram ferimentos graves e foram socorridos para o Instituto Doutor José Frota (IJF - Centro). Dois deles foram levados para o hospital em um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Um dos feridos foi identificado como João da Mota Gomes. O IJF informou que, ao todo, quatro pacientes deram entrada na unidade. Três dos quatro pacientes estão sendo cuidados e outro acabou morrendo, sendo identificado como Francisco Cristiano da Silva, 22.
 A direção da combi ficou retorcida. Outras peças do veiculs foram encontradas á varios metros de distância do ponto onde ouve a colisão. A pericia forense(Pefose)tem 20 dias para elaborar o laudo
No hospital
Um dos pacientes, Edvaldo Freire da Silva, está na Ala de Risco Um. Já o ferido Marciano Rodrigues Maia foi para a reanimação. O terceiro paciente, José Pereira da Silva, submetido a uma tomografia.
O motorista do caminhão que pertence à construtora Placitude Sociedade de Construção Civil, e transportava cimento e tubos de PVC, Francisco Aírton Soares, também foi levado para o IJF. Os ajudantes Manuel Gaspar da Silva e Otaciano Santos da Silva, ocupantes do caminhão, também ficaram feridos e foram levados para o hospital em ambulâncias do Samu e do SOS de Caucaia. Estiveram no local do acidente, policiais militares do Batalhão de Policiamento Comunitário (Ronda do Quarteirão), da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e uma UTI Móvel do Samu de Fortaleza.
Várias pessoas que passavam pelo local e pararam para tentar ajudar as vítimas, denunciaram que o socorro demorou muito a chegar. Segundo as testemunhas, a primeira ambulância - do Município de Caucaia - só apareceu cerca de uma hora depois do acidente ter ocorrido, enquanto pessoas agonizavam na pista, à espera de socorro.
Moradores e trabalhadores da região disseram que o local onde aconteceu a colisão tem sido um ponto crítico da violência no trânsito nos últimos meses. "Como está havendo uma intensa movimentação de veículos por conta de obras que têm sido realizadas no Litoral Oeste, os acidentes aumentaram", contou um popular.
Os trabalhadores acidentados ontem, inclusive, estavam sendo levados para um condomínio em construção na Praia do Cumbuco.
De acordo com os moradores e comerciantes daquela região, a pista reta, bem conservada e sem obstáculos, o que favorece o excesso de velocidade por parte dos motoristas. Policiais rodoviários estaduais confirmaram a denúncia dos moradores daquela região do litoral oeste.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter