terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Em Sobral: Moradores relatam chuva de granizo

A Funceme não descarta a ocorrência, mas uma possível confirmação só deve sair na manhã de hoje, após análises

A chuva derrubou a coberta de uma quadra da futura Vila Olímpica Ciro Gomes, assim como árvores. Não foram registrados desalojamentos
Uma chuva rápida, mas que causou muitos estragos em Sobral, a 240 quilômetros de Fortaleza. Foi o que aconteceu na tarde de ontem. Choveu menos de dez milímetros, mas, devido aos fortes ventos (velocidade superior a 50 quilômetros por hora), a água derrubou árvores, telhados, estruturas metálicas e fios de alta tensão. Não foi registrada pela Defesa Civil Municipal nenhuma morte, nem desabrigo ou desalojamento.
Populares informaram a ocorrência de chuva de granizo na cidade. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) não descarta a possibilidade, no entanto, a confirmação só acontecerá durante o trabalho de observação que será realizado na manhã de hoje.
De acordo com o meteorologista Namir Melo, imagens de satélite mostraram a formação de nuvens do tipo "cumulonimbus" (nuvens de desenvolvimento vertical bastante intensa) entre 16h e 17h. Este tipo de nuvem está associado a pancadas de chuvas fortes, raios, relâmpagos, trovoadas e à possibilidade de formação de granizo.
Conforme Namir, o fenômeno já ocorreu outras vezes na região. Segundo ele, as nuvens se desenvolvem verticalmente devido à grande presença de montanhas e de uma massa de ar quente e, quanto mais alto ela for, menor é a temperatura dentro desta nuvem, ocasionando o congelamento das gotículas e a formação das bolas de gelo.
Incidentes
O integrante da Defesa Civil de Sobral, subtenente Marcos Costa, informou que foram atendidas, pelo menos, 20 chamadas de quedas de árvores na cidade, principalmente mangueiras, fios de eletricidade, estruturas metálicas e telhados.
As principais ocorrências foram registradas nos bairros Terrenos Novos, Junco e na área da Vila Olímpica Ministro Ciro Gomes. Uma grande estrutura metálica, a coberta de uma quadra da futura Vila Olímpica Ciro Gomes veio abaixo, assim como a coberta de uma quadra de esportes no anexo do Estádio Plácido Castelo, no bairro Junco. Caiu também o teto do galpão da empresa Capasa.
"Felizmente, não tivemos nenhuma vítima humana. Só tivemos mesmo danos materiais", ponderou Marcos Costa. A Defesa Civil está de prontidão em Sobral, uma vez que a previsão da Funceme é de mais chuvas nos próximos dias para a cidade da Zona Norte cearense.
A chuva de ontem à tarde, que durou cerca de 20 minutos, foi acompanhada de trovões e relâmpagos, o que assustou os moradores, que por volta das 16h, quando caiu a precipitação, preferiram ficar em casa. Ontem pela manhã, foram registradas chuvas finas sem danos maiores em Amontada, Itapipoca, Trairi, São Gonçalo do Amarante, Paraipaba, Morrinhos e Santana do Acaraú.
A Funceme informou que lançará a divulgação do prognóstico da quadra chuvosa no próximo dia 20 de janeiro, na sede da própria entidade.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter