domingo, 7 de junho de 2009

LUIZIANE LINS APRESENTA SEU NOVO SECRETARIADO

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, anunciou ontem, à imprensa, a nova composição do seu secretariado.
A indicação do vice-prefeito Tin Gomes para a Secretaria Executiva Regional VI acabou sendo a maior novidade da lista apresentada no Paço Municipal. A prefeita alertou que todos os indicados terão que se adequar aos orçamentos já em execução nas pastas e que, neste mandato, o seu gabinete irá centralizar ainda mais as execuções orçamentárias de todas as secretarias para avaliar os resultados alcançados pelas pastas.
Luizianne explicou aos jornalistas, em entrevista, depois de falar em ´realização de sonhos´ na apresentação a lista oficial, que a demora na indicação dos novos secretários se deu porque ela queria avaliar o desempenho e as ações de cada pasta para recompor em caráter ´técnico´, os assessores.
´Você fica na responsabilidade de melhorar (o secretariado). Atrasou pela análise que fizemos em cada secretaria e das Regionais. Colocar as pessoas certas no lugar certo não é uma tarefa fácil e nós fizemos isso´, explicou.
Exemplo
Embora tenha contemplado boa parte dos partidos que lhe deram sustentação eleitoral, a prefeita se referia a todo instante em ´corpo técnico´. Quando questionada sobre a presença do vice-prefeito Tin Gomes, ela disse: ´só teve essa exceção. Eu disse que só iria abrir mão do caráter técnico se o vice-prefeito assumisse. A minha vontade é que ele seja o exemplo para os demais. As Regionais não são estruturas de micropoder. Se não você fragmenta a cidade´, explicou, embora os nome de Olinda Marques, Estevão Roncy e Luiza Perdigão, também sejam indicações políticas para as regionais III, IV e Centro.
Além dos assessores diretos, a prefeita manteve Martônio Mont´Alverne, Arimar Rocha, Alexandre Cialdini, Alfredo Pessoa, Geraldo Acioly, Ana Maria Fontenele, Fátima Mesquita, Alex Mont´Alverne, que estava na pasta da Saúde interinamente, e Luciano Feijão todos membros da gestão anterior, continuarão na equipe.
Partidos
Além de Tin Gomes na representação do PHS, o PMDB ficou com as pastas de Turismo, Patrícia Aguiar, e a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Fernando Bezerra, especialista em trânsito, ex-diretor da Ettusa, na gestão Juraci Magalhães.
O PSB indicou os vereadores Eliane Novais e Elpídio Nogueira para a Funcet e o IJF, respectivamente, além do ex-vereador Rogério Pinheiro que comandará o Instituto de Pesos e Medidas do Município (IPEM). O PC do B foi contemplado com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Secel), da qual o professor Evaldo Lima será o responsável.
Indicações do PT foram o secretário de Meio Ambiente, Deodato Ramalho, Roberto Gomes, que troca a Secel pela Fundação de Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor). Outros que entram na conta da prefeita é a ex-deputada estadual Íris Tavares, que a partir de agora comandará o Instituto municipal de Pesquisa, Administração e Recursos Humanos (Imparh), Mário Mamede que estará a frente do Instituto de Previdência do Município (IPM) e o ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Ceará, Valmik Ribeiro, que estará a frente da Secretaria de Administração do Município.
A prefeita Luizianne informou, durante o anúncio, que haverá uma solenidade na oportunidade em que todos assumirem os cargos.
COLIGAÇÕES DA ELEIÇÃO
Proporcional foi diferente da composição majoritária
Em razão de alianças diferentes, a convocação de dois vereadores para o secretariado só beneficia um dos aliados, o PSB
A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT) foi eleita por uma coligação majoritária constituída, formalmente, por 12 partidos políticos. Para a eleição proporcional esses partidos formaram coligações diferentes, tendo alguns deles disputado com chapa própria, como é o caso do Partido Socialista Brasileiro. Nas eleições de 2004 o PSB foi a única agremiação a se aliar com o Partido dos Trabalhadores (PT) no primeiro turno de votação.
Nas eleições do ano passado a coligação Fortaleza Cada Vez Melhor, que tinha como candidatos Luizianne Lins (PT) e Tin Gomes (PHS), foi composta pelas seguintes legendas: PT, PSB, PC do B, PMDB, PV, PHS, PMN, PSL, PTN, PRB, PTdoB e PSDC. Na disputa para vereador o PT e o PMDB formaram a coligação Fortaleza Cada Vez Mais Forte e o PHS juntamente com o PSL, o PMN e o PRB constituíram a coligação Todos por Fortaleza. As outras seis legendas que integraram a coligação majoritária, PTN, PSDC, PSB, PV, PC do B e PTdoB, apresentaram chapa própria para vereador.
Derrotado
Antes mesmo de assumir o mandato a prefeita Luizianne Lins ampliou a sua base de apoio na Câmara Municipal, mas teve problemas com alguns dos partidos aliados na eleição, em função da disputa pela presidência da Câmara Municipal. O candidato que a prefeita apoiou, Elpídio Nogueira (PSB), foi derrotado pelo atual presidente, Salmito Filho, que, embora pertencendo aos quadros do Partido dos Trabalhadores, nessa disputa contou com o apoio do vice-prefeito, Tin Gomes, dos partidos da coligação Todos Por Fortaleza, partidos de oposição e votos isolados dentro da base aliada.
A coligação formada por PT e PMDB elegeu oito vereadores, sendo quatro do PT e quatro do PMDB. Os primeiros suplentes da coligação, pela ordem são: Deodato José Ramalho Júnior (PT), Antônio Elbano Cambraia (PMDB), José Maria Arruda Pontes (PT), José Maurílio Assêncio de Araújo (PMDB) e Vicente de Paulo Pinto da Costa (PT).
A outra coligação proporcional que apoiou Luizianne Lins, formada pelo PHS com o PMN, o PSL e o PRB, elegeu sete vereadores. O quadro de primeiros suplentes dessa coligação é composto por ex-vereadores, sendo eles: Marcílio Gomes (PSL), Tomaz Holanda (PMN) que está no exercício de uma cadeira na Assembléia Legislativa, Jorge Vieira (PMN), Didi Mangueira (PSL) e Helder Couto (PMN).
Própria
Dos partidos políticos que integraram a coligação majoritária de Luizianne Lins, mas disputaram a eleição proporcional com chapa própria, o PTN elegeu três vereadores, o PV também obteve três vagas na Câmara, o PSB elegeu dois representantes, o PTdoB elegeu dois, o PC do B apenas um e o PSDC não conseguiu eleger nenhum dos representantes.
Os cinco primeiros suplentes do PSB são: Martins Nogueira, Paulo Mindêllo, Rogério Pinheiro, José Adauto Eloi de Almeida e Antônio Almir de Sousa. No PTN figuram como primeiros suplentes: Audizio Oliveira Silva, Francisco Wellington Sabóia Vitorino, Maria Amélia Bezerra de Moura Nunes, Jadas Reis e Gilvan Monte Claudino.
No Partido Verde figuram como primeiros suplentes Francisco Eron Mendes Moreira, Luiz Ademar Dias Arruda, Francisco Carlos de Santana Fernandes, Elpídio Luiz Pereira Neto e Germana Lima Fontenele Soares. No PTdoB os cinco primeiros da lista de suplentes são: Gerôncio de Sousa Coelho, Jonh Santos Monteiro, Amilton Alves Gomes, Marcos Aurélio Bezerra Gomes e Samuel Moraes Braga. No PC do B a lista dos primeiros suplentes começa com Francisco Edvaldo Pereira Lima, Mariano Araújo de Freitas, João Ricardo Franco Vieira, Josenias Gomes Pereira e Benedito de Paula Bizerril.

Nenhum comentário:

QUER NOS MANDAR UM E-MAIL?


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


TRASLATE

Flag Counter...

free counters

TWITTER

Sigua nós no Twitter